Haras Santa Lúcia

Homenagem

Francisco Ormeu de Andrade Reis

Francisco Ormeu de Andrade Reis

Uma Vida dedicada ao Mangalarga Marchador 

Nascido em 1928, 31 de maio, na cidade de São Francisco Ferrer/MG, Francisco Ormeu de Andrade Reis teve um vida dedicada ao Mangalarga Marchador. Descendente de pecuaristas, foi um apaixonado não só por cavalos, mas também por gado de leite e corte.

Formou-se técnico em Laticínios em juiz de Fora/MG, época em que já criava Mangalarga Marchador em São Vicente de Minas/MG, na fazenda Porto, de seu pai Virgílio de Andrade Reis, juntamente com seu irmão Oswaldo, com prefixo do Porto.

Na década de 50 veio para Lins/SP trabalhar na área de Laticínios. Casou-se em 1954 com Marília Junqueira Reis, com quem teve quatro filhos: Tereza Cristina, Virgílio, Francisco Ormeu e Ana Cristina.

Adquiriu então a Fazenda Santa Lucia em Promissão/SP, na ápoca direcionada para a produção de ovos (granja). Com muita garra e trabalho intenso, a propriedade se tornou produtora de leite e um dos principais e mais antigos criatórios de cavalos da Raça Mangalarga Marchador do Estado de são Paulo.

Conseguiu convencer seu pai, após muita ponderação e sentir todo entusiasmo, disposição, segurança do filho acreditar que todo trabalho feito com amor é bem sucedido, que trouxesse os animais de sua propriedade em Minas para São Paulo em 1964 e iniciar assim sua criação com sufixo Santa Lúcia, começando com duas éguas da Fazenda Herdade (Herdade Rancheira e Herdade Frinéia, sendo esta última doada por seu sogro Sr. Dié (Fazenda Herdade), juntamente com o Garanhão Herdade Ouro Preto) e duas éguas do Engenha de Serra ( Braúna e Bela Vista da Santa Lúcia).

Deu o nome de Paulista da Santa Lúcia ao primeiro animal nascido na fazenda em (1965), que se tornou seu principal reprodutor por quase 20 anos, sendo pai e avô de alguns de seus principais animais.

Ao longo dos anos, conseguiu não só conservar um padrão racial de seus animais, mas também contribuir para o aprimoramento da raça Mangalarga Marchador, produzindo animais com algumas características importantes no seu ponto de vista, como por exemplo: animais marchadores, de bons aprumos, dóceis, porém vivos, de boa índole, belos e expressivos, como ele mesmo sempre dizia: “Devemos sempre somar qualidades e subtrair os defeitos”.

Suas realizações, amor e dedicação muito orgulham toda sua família. Após seu prematuro falecimento em 2006, o filho Virgílio Junqueira Reis, passou a ser o titular do Haras Santa Lúcia, dando continuidade e tentando aprimorar este belo trabalho iniciado pelo seu pai.

Alguns animais de renome nacional:

  • Machos: Paulista da Santa Lúcia, Armístico da Santa Lúcia, Jupiá da Santa Lúcia, Landau da Santa Lúcia, Maestro da Santa Lúcia, Mustang da Santa Lúcia, Níquel da Santa Lúcia, Nobre da Santa Lúcia, Namorado da Santa Lúcia, Netuno da Santa Lúcia, Original da Santa Lúcia, Orgulho da Santa Lúcia, Ouro Preto da Santa Lúcia, Pensamento da Santa Lúcia, Quilate da Santa Lúcia e Quartel da Santa Lúcia, entre outros.
  • Fêmea: Cinema da Santa Lúcia, Dama da Santa Lúcia, Dengosa da Santa Lúcia, Elite da Santa Lúcia, Fada da Santa Lúcia, Famosa da Santa Lúcia, Imperatriz da Santa Lúcia, Invejada da Santa Lúcia, Linda da Santa Lúcia, Lenda da Santa Lúcia, Manchete da Santa Lúcia, Manchester da Santa Lúcia, Música da Santa Lúcia, Novela da Santa Lúcia, Novidade da Santa Lúcia, Nobreza da Santa Lúcia, Oposição da Santa Lúcia, Ociosa da Santa Lúcia,  Querida da Santa Lúcia, Quadrilha da Santa Lúcia, Tarantela da Santa Lúcia, Tina da Santa Lucia, Urca da Santa Lúcia, Vedete da Santa Lúcia, Brejeira da Santa Lúcia, Diadema da Santa Lúcia, Homenagem da Santa Lúcia e História da Santa Lúcia entre outras.

 


Pin It on Pinterest